Toda vez que um novo ano se aproxima, as pessoas começam a apostar quais serão a próximas tendências em diversas universos. Pode ser na moda, na tecnologia até mesmo na estética. Uma tendência que tem se confirmado (em breve pode deixar de ser tendência, e se tornar um comportamento geral) é a busca das pessoas pelo o aumento da autoestima.

Segundo um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, 87% das pessoas que se submeteram a algum tipo de operação plástica sentiram-se mais felizes com a imagem corporal em geral, além de ficarem mais satisfeitos com a parte do corpo que foi mudada.

Com os benefícios psicológicos dos resultados das plásticas cada vez mais sendo comprovados, a clínica Julio César Yushimura selecionou as possíveis tendência em cirurgia plásticas e estéticas para o próximo ano. Veja abaixo as cirurgias plásticas e estéticas que prometem ganhar adeptas (os) agora em 2017:

Bichectomia: nome dado à cirurgia plástica para a redução das bochechas. Nela, as “bolsas” de gordura presentes em cada lado da boca são retiradas total ou parcialmente. A bichetomia é considerada uma cirurgia estética, e é realizada por pessoas que querem ver o seu rosto afinado, tornando seu perfil mais harmônico e atraente. O tempo do procedimento varia de cirurgião para cirurgião, mas, em média, a bichectomia dura em torno de uma hora e meia.

Gluteoplastia: cirurgia que visa a projeção glútea, conhecida como bumbum. Nela, é usado o implante de próteses para aumentar o tamanho e também remodelar o formato dos glúteos. A indicação mais comum é para pessoas que apresentam o formato pequeno das nádegas, achatado ou com flacidez. A duração da gluteoplastia é de cerca de 2 horas.

Ninfoplastia: procedimento que tem como objetivo diminuir os pequenos lábios vaginais. Eles têm a importante função de proteger a entrada da vagina, lubrificar a região e direcionar o jato de urina durante a micção. Na cirurgia, é retirado o excesso dos pequenos lábios, parte que é projetada para fora da vagina quando a mulher está em posição normal. Em seguida, a região é reconstruída. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a ninfoplastia teve aumento de cerca de 50% nos últimos dois anos. O processo é rápido, podendo durar apenas 30 minutos, sem dor ou desconforto durante o procedimento. Normalmente a alta hospitalar ocorre poucas horas após o ato operatório.

Intradermoterapia: ou mesoterapia, é uma técnica que consiste na aplicação de medicamento, via injeção, na pele ou subcutâneo, e age nas células de gorduras. Este procedimento tem origem francesa e é realizado para introduzir alta concentração de determinados medicamentos no local de ação, o que potencializa o resultado esperado. A intradermoterapia vem sendo utilizada em demasia tanto por homens quanto por mulheres no combate à celulite, à gordura localizada, às estrias e à flacidez. Os primeiros resultados começam a aparecer entre 5 a 10 sessões. Cada sessão dura, em média, 15 minutos.

Toxina Botulínica: conhecida popularmente como Botox, é uma suave aplicação para suavizar as rugas e linhas de expressão, sendo capaz de promover o rejuvenescimento facial. Os resultados começam a aparecer após sete dias da aplicação e duram em torno de 5 meses.
Importante: Fique atenta(o) a todas as orientações do seu cirurgião e não se esqueça de checar se ele é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). Todo esse cuidado é a chave para conquistar um resultado satisfatório. Para saber mais sobre quaisquer cirurgias plásticas, entre em contato com a clínica do Dr. Julio César Yoshimura e agende uma consulta. Será um prazer atender você!

© 2017, Dr. Julio Cesar Yoshimura. Todos os direitos reservados